A exposição

Uma vida inteira dedicada a colecionar arte pode ser o sonho de muitos. Mas quando um imenso acervo é disponibilizado ao público em várias cidades do mundo, esse sonho se torna realidade através do impacto e da transformação que provoca na vida das pessoas que têm a oportunidade de entrar em contato com essas obras. É esse o caso da Coleção Ludwig, que ao longo do tempo se reafirma e se redefine pela extensão de seus tentáculos: mais do que uma coleção, várias instituições; mais do que sedes, uma completa fundação dedicada a pesquisas sobre arte.

A amplitude da coleção se vê refletida na exposição que apresentamos aqui: heterogênea no que diz respeito às tendências artísticas reunidas, diversa nas origens dos criadores, híbrida em suas direções. O público terá a oportunidade de participar desta polifonia, na qual as múltiplas vozes de artistas de contextos diversos estabelecem diálogos e constroem vínculos inéditos entre si. Pop, fotorrealismo, neo-expressionismo, entre outras diversas variantes de representação, formam parte desta mostra.

A questão das linguagens artísticas não é o único guia da coleção, mas também o diagnóstico dos contextos, a possibilidade de apreender a visão de mundo presente em cada artista e reconstruir seu entorno cultural. É uma teia emaranhada, que permite vislumbrar as linhas que se cruzam de um artista ao outro, de uma a outra geografia. Como maestro de sua própria sinfonia, o público é também convidado a intervir, aguçar o ouvido para deixar fluir improváveis diálogos e, no enfrentamento com obras diversas, elaborar uma visão do mundo mais abrangente e rica.

image01
image01
image01
image01
image01
image01

Localização

Centro Cultural Banco do Brasil
Rio de Janeiro
Rua Primeiro de Março, 66 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, 20010-000

Como chegar:

Apresentado por

Você pode acessar nossa galeria 3D
VISITE A GALERIA 3D